Já vimos vários filmes desse gênero, de vez em “muito” convidam um ator ou atriz mais famoso(a) para segurar as pontas. Quando o roteiro e a direção são bons, podemos ver até mesmo boas sequências como “Sobrenatural” (2010) ou “Invocação do mal” (2013). Mas quando é ruim ou muito fraco, como esse filme, ficamos somente […]