Her startling 1994 memoir won praise for opening a dialogue about clinical depression and helped introduce an unsparing style of confessional writing that continues to endure.
— Ler em www.nytimes.com/2020/01/07/books/elizabeth-wurtzel-dead.html

Descanse em paz, Elisabeth!

No cinema ela foi interpretada por Christina Ricci no filme homônimo de 2001.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Sobre cinectus

Conta de Administrador do site cinectus

CATEGORIA

News