Quando sua filha de 16 anos desaparece, um pai desesperado busca no seu laptop pistas que possam ajudar a polícia a encontrá-la. Trama bem corriqueira, não é? Seria mais um filme do gênero “coroa porradeiro“?

Buscando certamente é um filme único ao suportar a narrativa através da interação das pessoas via email, iMessage e redes sócias.

Ideia genial e muito bem executada.

A trama em si é um suspense policial padrão com uma reviravolta bacana no final – nada extraordinário mas bom o suficiente para que ninguém diga que o filme é apenas a “narrativa digital”

John Cho tem boa atuação, assim como Debra Messing (como a detetive Vick) e conseguem passar a dramaticidade da estória que envolve dor, culpa e sofrimento quando a vida de um filho está em risco.

Mais conhecidos por sua participação em comédias como Madrugada Muito Louca e Will & Grace , acabam surpreendendo positivamente.

O filme é uma daquelas descobertas: não tem elenco estelar, orçamento mediano e passou batido pelos cinemas, mas vale seus 1h40h min de pipoca.

E aqui no Cinectus ficamos com a sensação de dever cumprido, quando podemos compartilhar uma descoberta com você que segue nosso conteúdo. #TamoJunto

Nota Cinectus: 7,5

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Cinema, Criticas