Steve Jobs revolucionou indústrias como computação pessoal, música, cinema, telecomunicações e efetivamente mudou o mundo. Se não fosse motivo suficiente, acrescente uma personalidade controversa  e temos material para livros, filmes e talvez até uma série.

Uma infinidade de livros foram escritos, mas uma obra é amplamente aceita tanto pela família quanto por pessoas da Apple é a biografia oficial, escrita por Walter Isaacson.

No cinema, além de Jobs (2013) com Ashton Kutcher, temos este filme do diretor Danny Boyle – com bons trabalhos como 127 Horas e Quem Quer Ser Um Milionário?

O elenco também tem currículo recheado de bons filmes: Michael Fassbender , Kate Winslet , Jeff Daniels e Seth Rogen.

Então esta é a cinebiografia definitiva deste ícone? Definitivamente, não! A obra trata dos  eventos de lançamento de 3 produtos icônicos que ele criou, terminando em 1998 com a apresentação do iMac – que colocou a Apple de volta aos trilhos rumo ao mítico valor de mercado de US$1 trilhão.

Não que o filme seja ruim – destaque para Kate Winslet como Joanna Hoffman, fiel escudeira de Jobs nos primórdios da Apple – mas a ideia de focar nestes 3 momentos deixa o filme pouco atraente para quem ou que não é fã do personagem ou não conhece a história da “empresa da maça”. Fica sem explicação a motivação por traz de todos os “dramas” que ocorreram no backstage dos eventos.

E por mais que pareça estranho para um blog focado em cinema e séries, nossa dica de hoje é Leiam o Livro!

Nota Cinectus: 6,5

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Sobre cinectus

Conta de Administrador do site cinectus

CATEGORIA

Cinema, Criticas