Poderia ser mais um filme de monstro qualquer, mas o trunfo do diretor John Krasinski foi explorar a ideia central da trama com bons atores como Emily Blunt e John Krasinski  (e um bom elenco de crianças também). A narrativa traz o expectador para o cotidiano intenso de uma família e sua batalha silenciosa pela sobrevivência, num mundo devastado por criaturas predadoras, que seguem seus instintos pela origem do som.

Como o filme está sendo bem recebido pela crítica e pelo público, há brechas para novas continuações ou prequels nos próximos anos, pois assim como Cloverfield (2008), ele deixa lacunas propositais para novas investidas dos produtores.

Nota: 8

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Sobre cinectus

Conta de Administrador do site cinectus

CATEGORIA

Cinema, Criticas

Tags

, , , ,