Assim como aconteceu em 2013 que os produtores do famoso game decidiram dar um reboot na série, o diretor Roar Uthaug seguiu a mesma premissa. O filme não é tão bom quanto o jogo, mas também não é ruim.  

Alicia Vikander não é tão imponente quanto Angelina Jolie , mas também o jogo de 2013 reforçava que Lara Croft não seria nenhuma super heroína, mas frágil e vulnerável como uma “iniciante”. Portanto, a qualidade da história deveria dar o tom de aventura de forma ousada (semelhante ao reboot de Jumanji no final do ano passado), mas não é isso que vemos em cena.

A narrativa é clichê como alguns jogos (“Uncharted 4” para PS4), o que mostra que o diretor e os roteiristas não quiseram se arriscar e preferiram deixar a trama e os momentos altos do filme bem parecidos com o game. Ponto positivo para eles, pois ver Lara Croft sair de um avião enferrujado em pleno precipício, escapar de armadilhas ou resolver alguns enigmas é bem legal em “live action”.

E sim, a trama abre espaço para a continuação da franquia, mas isso não é spoiler, todos já sabemos!

Para começo de conversa, tá valendo!

Nota: 7

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Sobre cinectus

Conta de Administrador do site cinectus

CATEGORIA

Cinema, Criticas, News

Tags

, , ,