Aqui no Cinectus curtimos muito quando descobrimos uma boa série que não recebeu a mesma divulgação de blockbusters do streaming como Star Trek: Discovery  ou Bright (2017) – Always look on the bright side.

The Expanse (2016), tem um pouco das duas: a ambientação espacial da primeira e a pegada policial da segunda. E mesmo sem o tanto investimento na produção, consegue ser bem interessante.

Na trama, centenas de anos no futuro, um planeta Terra governado pela ONU tenta controlar ex-colônia militarista de Marte e um grupo de rebeldes no Cinturão de Asteroides, de onde se extrai boa parte dos recursos minerais para os dois planetas e onde ar e água são mais preciosos que ouro. E neste cenário turbulento, uma conspiração envolvendo os três povos pode levar a uma guerra interplanetária.

Cas Anvar , Wes Chatham , Dominique Tipper e Steven Strait formam um quarteto de heróis improváveis que tenta a todo custo descobrir os responsáveis pela conspiração e impedir esta guerra. Infelizmente, nenhum deles consegue uma interpretação convincente que envolva o espectador.

Esta função acaba no colo de coadjuvantes como a manipuladora política Chrisjen (Shohreh Aghdashloo), do “policial noir” Joe Miller (Thomas Jane) e do inescrupuloso Sadavir (Shawn Doyle) . Os três roubam a cena conforme seus papéis ganham importância.

Um atrativo à parte da série é a nave Rocinante, que serve de casa e arma de batalha para os heróis. Trabalho impecável da equipe técnica.

Ao longo das duas temporadas disponíveis no Netflix, o ritmo da ação é muito bom com muitas alternativas e aquele sentimento de “E agora?” ao final de alguns episódios. Pena que a conspiração por trás do assassinato de Julie Mao (Florence Faivre) se arraste para ser explicada, como se fosse proposital que ela só seja totalmente revelada no final da segunda temporada. Menos mal que as tramas menores da política interplanetária e da vida no Cinturão e em Marte consigam segurar o ritmo.

Para nossa alegria, no site do canal SyFy ficamos sabendo que a terceira temporada está confirmada para 2018 e que David Strathairn fará parte do elenco. Oportunidade para um desenvolvimento melhor da trama e de mais um ator de talento para elevar o nível das interpretações.

Nota Cinectus: 7,5

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Sobre cinectus

Conta de Administrador do site cinectus

CATEGORIA

Criticas, TV & Series