Christopher Nolan adaptou, escreveu, dirigiu e produziu um dos melhores filmes de todos os tempos em 2008 (Batman: Cavaleiro das Trevas), tornando o coringa de Heath Ledger até mesmo superior ao de Jack Nicholson (1988). Infelizmente desde que se limitou a ficar como produtor ou produtor executivo das novas aventuras da DC com o Homen de Aço (2013) ou Batman vs Superman (2016) as coisas começaram a sair do trilho!

Zack Snyder dirigiu todos os filmes anteriores, mas acredito que a grande culpada  – deles não terem o retorno esperado de público e crítica – se deve a má gestão da Warner. Chegaram atrasados no universo DC para o cinema e agora querem sentar na janela da primeira classe num voo de Concorde! Na boa, faz o trabalho de casa: apresenta cada personagem ao público de forma independente (como vocês fizeram com Superman e Mulher Maravilha). Não precisa repetir exatamente o que a Marvel fez no cinema, mas eles já estão há quase 20 anos nessa estrada (X-Men de 2000).

Aqui, mais uma vez há muita coisa para ser contada em pouco tempo. Não dá para se aprofundar em nada além dos dois heróis que já conhecemos dos filmes anteriores.  Ben Affleck consegue a façanha de ficar mais apagado que o “Cigano Igor”. (definitivamente ele trabalha melhor atrás das câmeras). O vilão Steppenwolf é clichê, como é o vilão Esqueleto para o He-Man. Jason Momoa , Ray Fisher e Ezra Miller  completam a Liga sem criar a empatia tão esperada de uma verdadeira equipe. E para finalizar temos o desperdício de atores de peso como: Amy AdamsDiane LaneJ.K. Simmons e Jeremy Irons, fazendo pontas soltas para preencher uma ENORME lacuna de direção e roteiro!

É uma pena!

Nota: 6

(…)

Quando opta por tornar tudo mais cômico, Liga da Justiça esbarra em problemas básicos de roteiro e direção. O texto não ajuda, a maioria das piadas parecem fora de tempo e boa parte das atuações ficam fora de tom. Ben Affleck não é ator de comédia, Ray Fisher não é o cara mais engraçado do mundo e Ezra Miller exagera nas caras e bocas. Por outro lado, Gal Gadot (mais uma vez) esbanja carisma e Jason Momoa surpreende como um Aquaman beberrão e com cara de Jack Sparrow. A procura constante por um alívio cômico num mundo supostamente soturno implica em alguns desperdícios de cena – uma sequência de luta entre dois heróis perto do fim sofre com isso.

Por outro lado, essa opção deixa o filme mais leve, sem o peso dramático desnecessário que tanto travou BvS e O Homem de Aço. Quando reunido, o elenco principal consegue tornar o texto previsível de Snyder/Chris Terrio e Joss Whedon em algo mais palatável. Aquaman tem ótimos momentos e vez ou outra Flash consegue arrancar um sorriso. A tentativa é válida, traz identidade ao time e cria uma conexão interessante entre os heróis. Afinal, não há como unir, no cinema pipoca, um time de super-humanos por meio de discussões filosóficas e existencialistas. Liga é uma aventura simplória, sem compromisso com qualquer consequência e que nasceu para juntar os heróis mais importantes da Terra.

(…)

Liga da Justiça muda o caminho da DC, mas tem problemas para unir dramaticidade e aventura em um filme só. O tom mira em Mulher-Maravilha, mas erra o alvo. Em termos de estrutura e narrativa, este é um filme que se parece mais com Esquadrão Suicida do que com Batman v Superman. Este último possui identidade e problemas específicos, quase sempre atrelados à assinatura de Snyder. Liga tem erros comuns, falhas vistas em inúmeras produções. Acerta nos personagens, mas se complica na hora de contar a história. E apesar da descaracterização do Batman (antes um herói amargurado, agora um tiozão piadista), o filme traz algo positivo para o futuro da DC nos cinema: o Superman. Se a primeira aventura da Liga não é memorável ao menos ela serve para recuperar o primeiro dos super-heróis. Sim, há esperança. (Omelete)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Sobre cinectus

Conta de Administrador do site cinectus

CATEGORIA

Cinema, Criticas

Tags

, ,