Que a década de 80 foi uma das mais importantes em termos culturais ninguém discute. Tanto que suas influências são sentidas até hoje, principalmente na música e no cinema.

Basta ver o line up do Rock In Rio 2017 para se lembrar que os principais artistas do festival estavam no auge nesta década.

No cinema em 2017, três dos principais lançamentos do ano: Alien: Covenant [Crítica]Blade Runner 2049 – Novo Trailer Liberado e Star Wars: Episódio VIII [NEWS] [Trailer] são de franquias, que mesmo tendo sido lançadas na virada da década de 70, são parte fundamental do cinema da época.

Nada mais natural então que assistir Charlize Theron na pele da espiã britânica do Mi6 Lorraine Broughton (violenta, eficiente e sexy), ir para a Alemanha Oriental se apoderar de uma lista que contém o nome de centenas de espiões em atividade. Obviamente que ela enfretará russos, americanos, franceses e até mercenários, já que a relação vale uma pequena fortuna.

E se a confusão já não fosse grande o suficiente, o Muro de Berlim está prestes a cair.

O diretor David Leitch (V de Vingança (2005)300 (2006) , Clube Da Luta (1999)) Deadpool 2 (2018)) fez um filme de ação que se passa na década de 80. É como se fosse um filme realmente feito naquela época com os recursos técnicos atuais.

A ótimas sequências de ação são realistas. Não há a distorção das Leis da Física do “estilo Matrix” nem as cenas com cortes tão rápidos que deixam o espectador confuso sobre como o herói espancou 6 vilões. Neste filme, cada briga, cada tiroteio e cada perseguição de carro tem o ritmo correto – fato tão raro atualmente.

Outro ponto que remete aos filmes da época é a narrativa linear apesar dos constantes flashbacks. A estória começa, retorna ao passado e depois desenvolve seu final de forma linear. Nada dos filmes tão comuns hoje em que parte da platéia fica sem saber se está no passado, no presente ou futuro.

E a trilha sonora? Um capítulo à parte, de New OrderNena ‎(“99 Luftballons”). Você sai do cinema pensando se compra o disco de vinil para ouvir em casa ou a fita cassete para seu Walkman.

A estrela Charlize Theron passa não apenas a face violenta e calculista de  Lorraine Broughton como também uma mulher que se permite envolver emocionalmente. E o Percival de James McAvoy também é perfeito. Te leva até o final do filme na dúvida sobre qual seu real objetivo. No elenco ainda Sofia BoutellaEddie MarianToby JonesJames FaulknerBill “Pennywise” Skarsgard  Til SchwiegerJohn Goodman. Todos muito corretos.

Então aproveite que o filme ainda está em cartaz e curta quase duas horas de cinema de ação de primeira qualidade.

Nota Cinectus: 8,0

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Sobre cinectus

Conta de Administrador do site cinectus

CATEGORIA

Cinema, Criticas