Fazer um bom filme com atores de qualidade deve ser mesmo uma experiência única. Tão forte que cria a irresistível compulsão pela sequência, mesmo que você não tenha uma boa estória para contar.

Só isso para explicar esta continuação do ótimo Truque de Mestre (2013).

Salvo pela mudança na direção (sai Louis Leterrier entra Jon M. Chu) e da “CaveleiraIsla Fisher por Lizzy Caplan – o elenco é praticamente o mesmo, com 2 grandes mestres (Michael Caine e Morgan Freeman), 2 bons atores (Mark Ruffalo e Woody Harrelson) e 3 jovens que já provaram seu talento: Jesse EisenbergDave Franco e especialmente Daniel Radcliffe.

 

 

Mas isso não é garantia de mais um show dos Four Horseman.

A trama é confusa, o personagem do eterno Harry Poter é fraco – quase caricato e a tensão entre os membros do grupo e seu mentor Dylan Rhodes (Mark Ruffalo) não empolga. Até o ponto alto do primeiro filme,  a criatividade e engenhosidade por trás dos truques, deixa a desejar.

E não espere por um grand finale. Ao invés de um “– Caramba! então era isso?” você termina o filme dizendo “-Ah, tá…“.

Em resumo: é um filme para os fãs dos atores do elenco – nada além disso.

Nota Cinectus: 6,5

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Sobre cinectus

Conta de Administrador do site cinectus

CATEGORIA

Cinema, Criticas