Aqui temos mais um indicado a Melhor Filme Estrangeiro desse ano (Alemanha). A diretora e roteirista Maren Ade traz uma relação bem fora do comum entre pai  e filha. Wilfred trabalha como professor de piano na sua cidade local enquanto sua filha almeja um cargo de CEO na empresa. A vida adulta a levou para longe, trocando a Alemanha pela Romênia para construir sua carreira em uma Bucareste dividida entre ricos e pobres. O choque entre esses dois mundos acontece quando Wilfred resolve passar parte de suas férias com a filha, criando situações hilárias, principalmente quando ele resolve incorporar seu alter-ego (Toni Erdmann) para se aproximar dela junto aos seus colegas de trabalho.

Sandra Hüller e Peter Simonischek se completam nessa comédia dramática, onde há momentos da narrativa de puro constrangimento, alegrias, silêncio, reflexão e maturidade!

Enfim, o filme tem um roteiro nada tradicional que a própria Ade dirige muito bem, conseguindo trazer para o expectador a empatia que nasce dos personagens na dose certa. Parece até que já passamos (ou passaremos) por isso na vida em algum momento da relação entre pai e filho(a).

Premiado em Cannes pela crítica, indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro e com um remake hollywoodiano encaminhado (que será estrelado por Jack Nicholson; saiba mais), o sucesso de Toni Erdmann se deve a falta de pudor com que Ade trabalha a relação dos seus personagens. As situações são constrangedoras, por vezes beiram o grotesco, mas não deixam de ser verossímeis. Para entender Ines, Ade a observa com calma, deixa a câmera concentrada no seu objeto de estudo, que aos poucos vai entendendo a sua falta de encaixe com o mundo.

Sincero na sua direção e atuações, Toni Erdmann é um sorriso feio, mas autêntico. Apresenta o bom humor como remédio para a loucura silenciosa que é aceita como realidade e pergunta na cara o que ninguém quer ouvir: você é feliz? (Omelete)

Nota: 8

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Cinema, Criticas

Tags

,