Em relação a carreira do ator Jake Gyllenhaal podemos comparar com Matthew McConaughey em “Clube de Compras Dallas” (2013). Sua interpretação aqui poderia ser digna de uma nomeação ao Oscar em 2015 (ele concorreu no mesmo ano com o Globo de Ouro). O antagonista é oportunista, ambicioso e obsessivo ao mesmo tempo. Há uma cena que Gyllenhaal troca um diálogo com Rene Russo, nos deixando a dúvida no resto do filme se ele poderia ser apenas um “louco” ou um “louco muito inteligente”.

O diretor Dan Gilroy mantém a narrativa mais cadenciada e não chega a ser turbulenta como “Onde os Fracos não têm vez” (2007) dos irmãos Coen. Mas aqui parece que o personagem Anton Chigurh (incrivelmete interpretado por Javier Bardem) trocou o extintor de pressão por uma frenética filmadora. Medo!

Nota: 8

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Review

Tags

, ,