Logo depois que ganharam “O Globo de Ouro”, seria difícil Matthew McConaughey e Jared Leto não levarem o Oscar pelas suas brilhantes atuações em 2014.

Mais difícil ainda seria alguém tirar a estatueta deles… Não somente pela transformação de McConaughey após perder 40 quilos para fazer o papel, mas pela maneira irreconhecível do personagem e de sua atuação, nunca vista em nenhum filme anterior (até então só aparecia como galã estereotipado de comédias românticas).

O filme conta a história (no final dos anos 70 e início dos 80) sobre a luta do personagem para descobrir maneiras de ajudar a si mesmo e a outras pessoas como prolongar a vida sendo portador de HIV positivo. Até então, os estudos científicos eram insipientes e obscuros sobre a AIDS, utilizando apenas o AZT em testes com humanos.

Não era um filme para concorrer nas grandes categorias, mas como a narrativa é muito boa, torna-se “tragicômico” observar a situação dos protagonistas, e a direção de Jean-Marc Vallée que não deixa o filme cair no drama comum comparado a outros do gênero.

Nota: 8

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Sobre cinectus

Conta de Administrador do site cinectus

CATEGORIA

Review

Tags

,