The Wachowski’s (Lana e Lilly) marcaram seus nomes na história do cinema ao redefinirem o conceito de “cena de ação” em Matrix. Em Sense 8 mostram um grupo de pessoas conectadas ao ponto de compartilhar pensamentos, habilidades e sensações mesmo vivendo em lugares tão distantes entre si como Seul, Berlim e Cidade do México. E como não poderia deixar de ser, há uma organização misteriosa que os persegue por considerá-los uma ameaça à sociedade.

A atriz Jamie Clayton, um dos protagonistas da série, interpreta Nomi, transexual como as autoras cujo passado como hacker e preconceito da família atrapalham seu relacionamento com a lésbica Amanita (Freema Agyeman).

Miguel Ángel Silvestre interpreta Lito, um ator gay que teme que sua carreira seja arruinada se assumir sua sexualidade e a paixão por Hernando, personagem de Alfonso Herrera.

Então trata-se de uma série de temática gay, correto? Não exatamente. Na verdade, com exceção de algumas cenas explícitas, Sense 8 tem muito de A Viagem e alguns momentos da saga de Neo, Morpheus e cia. Para quem gostou da ideia do primeiro mas sentiu falta da ação do segundo, talvez seja a medida perfeita.

Metade da primeira temporada de 12 episódios apresenta cada um dos 8 protagonistas vivendo seus dramas pessoais e descobrindo a ligação psíquica e física que compartilham. Em alguns momentos a estória se arrasta e as tramas parecem clichês. Mas com um pouco de paciência, o melhor do estilo Wachowski surge e a série se torna ágil e instigante. Ao ponto da season finale ser praticamente um filme de ação. Destaque para a participação de Daryl Hannah e a atuação de  Doona Bae, como a executiva/lutadora Sun Bak.

Em 23/Dezembro foi lançado um episódio isolado “Especial de Natal” – um aperitivo da segunda temporada que estreará em 5/Maio/17.

Sense 8 é um dos exemplos onde as relações que guias de cinema e serviços de streaming fazem para recomendar conteúdo falham grosseiramente. E uma das razões da existência do Cinectus é quebrar isso, pois os filmes, assim como as pessoas, não podem ficar presos a rótulos.

Nota de Avaliação: 8,0

ReferênciasA ViagemMatrix.

Anúncios

Participe da conversa! 1 comentário

  1. […] A Netflix libera hoje a segunda temporada de Sense 8, aclamada série das irmãs Wachowski. Nossa expectativa é por uma história eletrizante temperada com reflexões sobre diversidade e tolerância – sem cair no caminhos fáceis da violência gratuita ou do debate sobre gênero: Sense 8: A série que não se prende a rótulos […]

    Curtir

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Criticas, TV & Series